Infelizmente, no poder legislativo, tentativas de banir a tecnologia desconsiderando a opinião pública têm sido frequentes. O substitutivo ao PL 593/2013 foi aprovado em sua primeira votação. É importante lembrar que este projeto ainda não é lei. Ele precisa passar por mais uma votação no legislativo e então será enviado para a decisão do prefeito Eduardo Paes. A Uber continua operando normalmente no Rio de Janeiro.

Acreditamos que para um projeto de lei atender às necessidades de melhoria na mobilidade urbana e fomentar a inovação, ele deve ser amplamente discutido não só entre legisladores mas com os atores envolvidos e, principalmente, ouvindo os anseios da população. A Uber requereu formalmente uma audiência pública para discutir o assunto, mas até o momento o pedido não foi respondido.

A Uber defende que os usuários têm o direito de escolher o modo que desejam se movimentar pela cidade. A inovação é crucial para que as cidades fiquem cada vez mais conectadas. Acreditamos que é possível criar novas oportunidades de negócio para milhares de motoristas parceiros e ao mesmo tempo oferecer novas opções de mobilidade urbana.


Siga as redes sociais da Uber

facebook_blue   twitter_blue   instagram_blue