Informações para motoristas

Trocando de carro: dicas para escolher e para vender um carro

10 de outubro de 2018 / Brasil

Quando chega o momento de trocar de carro, é muito importante saber fazer as escolhas certas. E no caso de quem quer continuar dirigindo com a Uber ou de quem quer escolher um carro para começar a dirigir, a melhor escolha começa com duas perguntas: qual o melhor carro para dirigir com a Uber e qual a melhor forma de vender o meu carro?

É claro que essas duas perguntas não têm uma única resposta, porque a resposta certa é sempre a que funciona melhor para você. Mas alguns fatores podem ser levados em conta na hora de escolher o seu próximo carro e na hora de vender o atual. E foi para isso que trouxemos alguns desses principais fatores em mais esse conteúdo especial da série Virando a Chave. Tudo para ajudar você a fazer a escolha certa para encontrar o melhor carro e dicas para vender um carro, para que você encontre a melhor forma de vender o seu.


Na hora de escolher um carro para dirigir com a Uber

Antes de escolher o carro que você vai comprar, é importante levar em conta alguns destes fatores:

Custo do Carro

  • É importante fazer um planejamento financeiro e saber quais valores cabem no seu bolso. Fique atento também ao valor final e não apenas às parcelas. Se você considerar apenas o valor das parcelas e dividir em muitas vezes, pode não perceber que em algumas situações o valor final chega a quase dois carros por causa dos juros.
  • Uma boa forma de saber se a parcela do seu carro realmente cabe no seu bolso é fazer o cálculo e descobrir se ela é maior do que 30% dos seus ganhos. Se sim, pode não ser um valor sustentável.
  • Pense nos custos além do preço do carro: levar em conta fatores como seguro, manutenção, tipo e modelo de pneus, são detalhes que podem fazer muita diferença no médio prazo.
  • Não se esqueça de considerar o consumo. Saber quanto o carro gasta de combustível é fundamental para que você mantenha um bom equilíbrio em seus ganhos. Dê preferência a carros que tenha um consumo de quilômetro por litro acima de 10km/l.
  • Motor 1.0 ou Motor 1.4? Esse é um fator que também pode influenciar nos custos. Se você mora em uma cidade com muitas subidas, investir em um carro com um motor um pouco mais potente pode trazer além de mais conforto, um pouco mais de economia.

Seguro

Alguns carros têm seguros mais baratos do que outros e quando isso é levado em conta, é bom para você de duas formas: na hora de contratar um seguro e na hora de revender o seu carro. Detalhes como a facilidade para encontrar peças é algo que pode fazer o seguro ser mais em conta. Pesquise antes para saber se o carro que você está considerando usar tem um seguro alto ou baixo.

Ano de fabricação

Levar em conta ano de fabricação é importante porque existe um limite de idade dos
carros que são aceitos na Uber. Considerando que em algumas cidades esse limite pode ser menor em razão de regulamentações municipais, ficar atento ao ano de fabricação evita que você tenha que trocar de carro muito rápido.

Preço de revenda

O preço de revenda é um fator importante mesmo na hora da compra. Levar em conta o quanto o seu carro desvaloriza pode ser fundamental na hora de uma próxima troca. E esse valor de revenda pode mudar por diversos fatores como rede de revendedores, condições de manutenção, tamanho do carro, marca e muito mais. Vale a pena considerar esses detalhes antes de comprar um carro.

Qualidade

Não se deixe levar apenas pelo preço baixo e leve em conta a qualidade. Isso é muito importante pois tem a ver com o seu conforto e com o conforto dos seus passageiros. Isso sem falar nas possíveis manutenções que um carro de baixa qualidade pode ter. Se possível, tente negociar um período de teste de 2 ou 3 dias para testar o carro antes de comprar e verificar se está tudo certo com ele.


Na hora de vender um carro usado

Se você já está pronto para trocar de carro, não se esqueça de um detalhe importante: é preciso vender o seu carro antigo. Aqui estão algumas dicas importantes que vão ajudar você a evitar dores de cabeça durante o processos e conseguir fazer um bom negócio:

Aparência do veículo

Na hora de vender o seu carro, cuidar do visual faz a diferença. Limpar estofados e carpetes, eliminar cheiros, polir lataria e consertar pequenos detalhes como amassados, são pequenos detalhes que podem ajudar a valorizar na hora da venda.

Histórico do carro

Um ponto muito importante para passar segurança e confiança é mostrar o histórico do carro. Se estiver na garantia, apresente os comprovantes da concessionária. Se estiver com a manutenção em dia, apresente os comprovantes de peças trocadas e revisões realizadas. Assim você mostra que o carro foi bem cuidado enquanto esteve com você.

Perícia automotiva

Um fator que pode aumentar as chances de venda é mostrar que seu carro passou por uma perícia e está pronto para ser usado sem apresentar riscos. Ao fazer isso, você passa confiança, os compradores se sentem mais seguros para fazer uma oferta e você consegue vendê-lo mais rapidamente.

Peças originais

Mesmo que o seu carro seja customizado e as peças sejam mais caras que as originais, anunciar um carro com peças originais ajuda a conseguir um melhor valor de revenda.

Revendedoras autorizadas e sites confiáveis

Se você não for vender seu carro diretamente, um boa dica é encontrar uma revendedora ou compradora de carros usados que você possa encontrar boas referências. Se for vender pela internet, busque sites de confiança e fique atento às condições que eles estabelecem antes de anunciar. Boas fotos e uma boa descrição ajudam na hora de vender. Se marcar de encontrar um comprador, escolha sempre um local público e passe todas as informações com clareza e confiança.

Preço de revenda

Encontrar um preço de revenda é um fator importante. Pesquise os preços indicados na tabela Fipe e considere detalhes como quilometragem e o estado mecânico do carro. Veja outros carros que estão na mesma condição e tente encontrar uma média de preço justo.

Documentação do veículo

A transferência da documentação é um dos pontos mais importantes sobre a venda do carro e evita problemas no futuro. Para isso, é importante preencher o CRV (Certificado do Registro do Veículo) com os dados do novo dono, assinados e com firma reconhecida em cartório por você. Forneça também uma versão original do CRLV (Certificado de Registro do Veículo) e guarde uma cópia com você, juntamente com cópias dos documentos do novo comprador. Um outro detalhe importante é preencher o formulário Renavan no site do Detran e comunicar o órgão sobre a venda.


Agora que você já tem boas dicas de como escolher um carro para dirigir com a Uber e para vender o seu carro, você pode fazer escolhas com mais segurança sobre o que funciona melhor para você. O importante em qualquer momento de mudança, como no caso de trocar de carro, é saber se planejar, ter boas informações e analisar cada detalhe que pode ser fundamental para você tomar uma boa decisão.

E foi exatamente esse o objetivo da série Virando a Chave: ajudar você a fazer uma escolha inteligente, tomando as melhores decisões e escolhendo o que funciona para você, quando for a hora de virar a chave.


Veja outros conteúdos da série Virando a Chave