Informações para motoristas

Comprar um carro: decidindo entre um carro novo ou usado

10 de outubro de 2018 / Brasil

Se você decidiu que comprar um carro é a opção que funciona melhor para você, uma nova decisão precisa ser feita: comprar um carro novo ou usado. Para ajudar você nessa escolha, preparamos um conteúdo especial da série Virando a Chave que traz uma comparação entre carro novo x carro usado e quais são as formas de pagar. Tudo para deixar o mais claro possível para você, antes de tomar uma decisão. Se agora é a hora de ter ou trocar de carro, nós ajudamos você a virar a chave. Vamos lá?

Uma das primeiras decisões a serem feitas é escolher em quais categorias da Uber você pretende dirigir. Uber X, Black e Select, por exemplo, têm diferentes requisitos e modelos de carros aceitos. Levar isso em conta é muito importante, pois ajuda você a ter mais sucesso ao juntar o modelo que funciona para você e para a categoria que está nos seus planos. Para isso, também é importante levar em conta que as condições de cada categoria podem mudar de acordo com a legislação da cidade em que você dirige. Ao considerar esse último detalhe, você evita escolher um carro que não é aceito ou que precise ser trocado muito em breve.

É claro que entre um carro novo e um usado, a diferença de preço é a primeira comparação feita. Mas existem muitos outros detalhes a serem levados em conta, como por exemplo o tipo de combustível utilizado, porta-malas e outros detalhes. Além disso, no caso de um carro usado, é importante estar atento a fatores como quilometragem, multas, regularidade dos documentos, procedência e também as condições do carro, pois isso influencia na sua experiência e na dos seus passageiros.


Carro novo x Carro usado

Ao comprar um carro novo, os motoristas parceiros têm ao seu favor vantagens importantes como a garantia da montadora, a certeza de que o veículo está em condições perfeitas e pronto para dirigir sem precisar passar por nenhum tipo de ajuste ou reparo. Ou seja: comprando um carro novo, você leva mais tempo até ter que fazer a primeira manutenção ou ter custos adicionais com consertos. Há também a vantagem de poder escolher pequenos detalhes de como você quer o carro, como rodas, bancos e outros, o que nem sempre é possível quando o carro era de uma outra pessoa.

No caso dos carros usados, o preço sempre é um fator muito atraente, mas é preciso estar atento a outros detalhes. As condições mecânicas e físicas do carro e o valor que ele vai ter de revenda são pontos importantes a se considerar, pois evita que você tenha surpresas com problemas mecânicos no futuro e permite que você possa contar com um melhor valor de revenda lá na frente.


Escolhendo a melhor opção para pagar

Escolher como pagar o seu novo carro é sem dúvida uma decisão tão importante quanto a própria escolha do carro. Para ajudar você nessa escolha, criamos uma lista que detalha um pouco mais as opções disponíveis no mercado para pagar um carro. Conhecendo todas, fica mais fácil decidir qual funciona melhor para você:

Financiamento sem garantia

O financiamento sem garantia pode ser feito através de uma instituição financeira ou diretamente com a concessionária de veículos. Basicamente, ele divide o valor total do carro em várias parcelas que podem ser pagas ao longo de um determinado período e tem juros sobre o valor total parcelado.

O que é importante considerar com esta opção:

  • A instituição financeira que oferece as melhores condições
  • O valor do carro
  • O valor de entrada (pode variar entre 20% e 50% do valor do carro)
  • O valor de cada parcela
  • A taxa de juros
  • O prazo para pagar

É muito importante que você faça as contas e faça simulações. Como esse é um investimento de longo prazo, ter um planejamento financeiro é fundamental, já prevendo que você precisará pagar a parcela do carro pelo tempo do financiamento.

Financiamento com garantia

Na opção de financiamento com garantia, você oferece algum bem como forma de garantia à instituição, sendo que essa garantia pode ser o próprio carro que será financiado. Como nessa opção existe um bem como garantia, ela acaba sendo vantajosa pois a instituição consegue oferecer juros mais baixos e prazos maiores. Mas vale lembrar que em caso de inadimplência, o bem que foi dado como garantia poderá ser recolhido pela instituição financeira e vendido para pagar a dívida.

Caso esta seja a opção que funciona melhor para você, é importante conferir as diferenças entre as análises de crédito de cada instituição e também a avaliação do bem para saber se realmente vale seguir com o valor no qual ele foi avaliado.

Consórcio

O consórcio é o modelo pelo qual um grupo de pessoas também interessadas em ter um carro pagam um valor pré-determinado todo mês.

Periodicamente, acontece um leilão ou um sorteio em que um dos participantes pode ser contemplado com uma carta crédito e receber o bem ou que alguns interessados podem surgir para oferecer o pagamento para adquirir o bem.
Esta opção tem as suas vantagens, mas não é muito imediata. Ela pode levar um tempo para acontecer. Cabe a você decidir se esta opção cabe dentro da sua necessidade.

Leasing

Na opção de Leasing, você aluga um carro por certo período e tem a opção de compra no final do período de locação, sendo que na mensalidade já estão inclusos valores como IPVA, licenciamento, seguro e as manutenções. Antes de optar pelo modelo de leasing, é importante considerar:

  • A instituição financeira que oferece as melhores condições
  • A taxa de juros
  • O prazo
  • O valor mínimo de compra garantido
  • O Indexador (uma correção das taxas com base em um índice, que geralmente é em dólar)

Nesta opção, você normalmente tem a liberdade de escolher comprar o carro no início, durante ou no final do contrato. Se a sua opção for não comprar, ele acaba voltando para a instituição financeira no final do período de aluguel.

Agora que você já conhece as formas de pagar e as principais diferenças entre escolher um carro novo ou um carro usado, você já pode fazer uma escolha com mais segurança. O importante na hora de fazer qualquer mudança, é fazer uma escolha que funciona para você. E lembre-se que estamos sempre aqui, prontos para ajudar você a fazer a melhor escolha.


Veja outros conteúdos da série Virando a Chave