Histórias

Gentileza que nos move

11 de fevereiro / Rio de Janeiro

Todo mundo já ouviu falar que a vida é uma viagem e que, geralmente, nos esquecemos de prestar atenção na paisagem. Porém, melhor do que olhar para o lado, é enxergar quem está viajando com você. Dessa vez, vamos contar uma história em que isso aconteceu literalmente.

Era mais uma tarde de 40 graus no verão do Rio de Janeiro quando Marcel pediu um Uber e entrou no carro do Alex Sandro, motorista parceiro da empresa. Os dois começaram uma conversa e, logo de cara, Marcel se impressionou com a simplicidade de Alex.

No caminho para casa após um longo dia, lá pelas 17h, Marcel ligou para sua esposa, Danielle, e, em meio a outros assuntos, comentou que estava com muita fome, porque não comia desde o café da manhã. Foi o suficiente para chamar a atenção do motorista. Minutos depois, Alex “encostou o carro, pediu licença e saiu”, segundo palavras do passageiro.

Quando voltou, para surpresa de Marcel, o motorista trazia um pacote de salgadinho e um refrigerante, para que ele comesse e não passasse mal, já que estava muito calor. Sem pedir nada em troca, Alex voltou a dirigir. Nas palavras de Marcel, foi “gentileza, só gentileza, pura e desinteressada”.

Comovido, o passageiro enviou uma mensagem à esposa pedindo que ela preparasse um sanduíche caprichado para Alex. Marcel conta que o motorista parceiro, ao receber a retribuição, ficou sem palavras para agradecer. A história, contada nas redes sociais pelo professor Marcel Costa, viralizou, alcançando mais de 650 mil curtidas e 229 mil compartilhamentos, além de inúmeros comentários entusiasmados com a atitude.

 Fazemos coro ao entusiasmo e valorizamos quem para e olha, de verdade, para quem está ao lado. Juntos vamos mais longe.