Promoções

Coloque na balança: qual é o peso do seu carro no seu bolso e na sua vida?

10 de agosto de 2018 / Brasil
Compartilhar no FacebookEste link abre uma janela novaCompartilhar no TwitterEste link abre uma janela novaCompartilhar no Google+Este link abre uma janela novaE-mail

Entra ano, sai ano e quem tem um carro mantém as mesmas preocupações: gasolina, IPVA, manutenção, revisão, seguro… Todos esses gastos ocupam um espaço enorme no planejamento financeiro. Mas você já se questionou qual é o peso do seu automóvel na sua vida? E não estamos falando sobre peso físico, é claro, mas sobre dinheiro, tempo, prioridades e até mesmo sua qualidade de vida.


Veja como seu carro pode pesar no seu bolso

 

Parcelas mensais

O seu carro já foi quitado ou você ainda está pagando por ele? Os juros das parcelas podem aumentar muito o custo do carro.

Desvalorização

Quando você compra um carro, ele já sai da concessionária valendo menos, e, a cada ano, ele desvaloriza um pouco mais.

Distância diária percorrida

Quantos quilômetros você percorre por dia? Você costuma ir de casa para o trabalho ou passa sempre em algum outro lugar? A distância que você percorre diariamente conta não só para calcular o custo, mas também a depreciação do veículo.

Manutenção e gasolina

O preço do combustível varia constantemente, e você precisa fazer manutenção no veículo, no mínimo, duas vezes ao ano. Fora os imprevistos, o IPVA, o seguro obrigatório… E lá se vai uma quantia inesperada (e alta) de dinheiro gasto.

Gastos emocionais

Não são só os gastos monetários que contam, certo?! É preciso considerar o estresse na hora de estacionar, a preocupação com revisão e impostos, o tempo perdido ao volante nos trajetos e congestionamentos. Seu bem-estar mental também precisa ser levado em conta.


Quer tirar a prova real?