Histórias

Meu carro é um Uber: Ofli Guimarães

18 de outubro de 2016 / Belo Horizonte
Compartilhar no FacebookEste link abre uma janela novaCompartilhar no TwitterEste link abre uma janela novaCompartilhar no Google+Este link abre uma janela novaE-mail

Qual o preço da gasolina? Eu não faço a menor idéia.

Lavar o carro? Eu nem sabia que isso era uma preocupação até deixar de existir.

IPVA? Um imposto a menos pra pagar.

Multas de trânsito? Falar no telefone deixou de ser um problema enquanto estou no carro.

Beber ou não beber? Eu posso escolher de acordo com minha vontade e não por estar dirigindo ou não.”

O depoimento que você acabou de ler é do Ofli Guimarães, Fundador do Méliuz e de outras 9 empresas, que decidiu vender o seu carro em fevereiro deste ano e passou a utilizar a Uber como único meio de transporte. Sete meses depois, ele escreveu um texto de como foi a sua experiência e sobre o que mudou em sua vida.

Na Uber, acreditamos que histórias como a do Ofli serão cada vez mais comuns, e possuir um carro para uso individual será coisa do passado. Por que gastar tanto dinheiro para adquirir um bem que vale dezenas de milhares de reais e que fica ocioso na maior parte do tempo? Os carros estão entre os bens mais caros para a maioria das famílias brasileiras, mas são utilizados apenas 5% do tempo e geram gastos mesmo quando estão parados. 

Meu carro Uber: Ofli Guimaraes

 


“Eu uso o Uber para tudo, desde fazer compras de supermercado, ir à padaria a 500m de minha casa ou até viajar! Sim, viajar!”


Quando as pessoas têm a possibilidade de pedir um carro com o simples toque de um botão e chegar onde elas precisam em poucos minutos, elas tendem a usar esta e outras formas alternativas de transporte (seja ônibus, bike, metrô), e deixar seu carro em casa ou até deixar de ter um carro.

Onde você estacionou seu carro? No meu bolso.

“Hoje meu ‘carro’ foi reduzido para o tamanho do meu celular. Eu não preciso mais me preocupar com onde estacionar o carro ou com o valor do estacionamento ou com o tempo de duração do estacionamento rotativo. Muito menos com a segurança do meu carro ou com os flanelinhas e demais motoristas que poderiam danificar meu carro estacionado. Todas essas preocupações simplesmente deixaram de existir.”

A procura por estacionamento já virou parte da rotina das pessoas, já que se estima que cerca de um terço do tráfego nos centros das cidades é causado por motoristas procurando por uma vaga para estacionar. Aumentando a eficiência e utilização dos carros que já estão nas ruas, não só descomplicamos a vida de quem quer chegar de um ponto a outro da cidade, mas também tiramos os carros que estariam ocupando vagas nas ruas, questão para qual cidades buscam uma solução há décadas.

Menos carros, mais cidade

A Uber ajuda a enfrentar os desafios de mobilidade das cidades criando alternativas à posse de automóveis particulares e tornando realidade o compartilhamento de veículos. Cada assento ocupado em um Uber significa um carro a menos nas ruas. Ao colocar mais pessoas em menos carros, ajudamos a reduzir congestionamentos e a demanda por estacionamentos.

Uber On